Física - Óptica da Visão

Na Física, o estudo do comportamento dos raios luminosos em relação ao globo ocular é conhecido como óptica da visão. Para entender a óptica da visão será necessário estudar, anteriormente, a estrutura do olho humano.

Nossos olhos são constituídos de vários meios transparentes que levam os raios luminosos até a retina (onde formam-se as imagens).

Observe a figura abaixo:
Física - Óptica da VisãoNa óptica da visão é importante entender a função das partes mais importantes na formação de imagens no globo ocular. Vamos ver estas partes e suas funções:

O cristalino funciona como uma lente convergente biconvexa.

A pupila funciona como um diafragma, controlando a quantidade de luz que penetra no olho.

Os músculos ciliares alteram a distância focal do cristalino, comprimindo-o.

A retina é a parte do olho sensível à luz. É nesta região que se formam as imagens.

Para que o olho consiga formar uma imagem com nitidez, um objeto é focalizado variando-se a forma do cristalino. Essa variação da distância focal do cristalino é feita pelos músculos ciliares, através de uma maior ou menor compressão destes sobre o cristalino. Esse processo é chamado de acomodação visual.

O sistema óptico do globo ocular forma uma imagem real e invertida no fundo do olho, mais precisamente na retina. Como esta região é sensível à luz, as informações luminosas são transformadas em sinais elétricos que escoam pelo nervo óptico até o centro da visão (região do cérebro). O cérebro trata de decodificar estes sinais elétricos e nos mostrar a imagem do objeto focalizado.

Nos próximos textos sobre óptica da visão, vamos estudar: Formação de imagem, acomodação visão, problemas de visão, Hipermetropia, Miopia e Lentes corretoras.

Sobre óptica:

A Luz e Óptica Geométrica
Exercício - Óptica Geométrica
A Física dos Espelhos
Óptica: Espelho Plano
Exercício: Espelho Plano
Refração da Luz

Comentários

  1. Poxa, interessante,era tudo que precisava, uma explicação rápida, objetiva com isso de fácil interpretação. Parabéns ao bolg.

    ResponderExcluir
  2. tirei todas as minhas duvidas,com essa explicaçao pude entender melhor o assunto

    ResponderExcluir
  3. Um bom bom começo para o meu trabalho de física..

    Agradecimentos ao autor do Blog..'

    ResponderExcluir
  4. essa explicação foi ótima...aprendi muita coisa.gostei.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom (: Já sei que vou me dar bem na prova de amanhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a não ser que seja a do Antonio

      Excluir
  6. O complemento que eu precisava para minha apresentação de biofísica da visão :D

    ResponderExcluir
  7. muito obrigado ja garanto alguns pontinhos com essa pesquisa :)
    bj

    ResponderExcluir
  8. Mto bom mesmo!!! Parabéns, eu adooro as matérias de vocês. Graças a essa explicação fácil e completa, entendi super bem a matéria!!!
    Obrigada.
    PS.: gostaria de saber se já está no site a matéria sobre os defeitos de visão.

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. no one cares...

      Excluir
    2. falta os bastonetes.... falta a caracterização dos nervos sensitivos,falta rigor científico e.... o crlh q ta foda!

      Excluir
  10. Referência bibliográfica ????? Desta matéria

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.