Ligação iônica

A ligação iônica é um tipo de ligação entre os átomos que se dá por meio da atração eletrostática entre íons de cargas opostas. Nesta ligação sempre haverá um átomo que perde elétron(s) enquanto outro ganha elétron(s). Preste bem atenção nisto: a ligação iônica ocorre com transferência de elétrons (no tópico sobre ligação covalente, você verá que este é o grande diferencial da ligação iônica).

Mas entre que tipo de átomos pode ocorrer a ligação iônica? Bom, se você analisar a tabela periódica, verá que os metais têm menos de 4 elétrons na última camada da sua eletrosfera. Sendo assim, para que esses elementos possam ficar estáveis (com 8 elétrons na última camada), eles teriam que ganhar mais de 4 elétrons ou, muito mais fácil, perder menos de 4. É claro que a tendência é que esses átomos percam os seus menos de 4 elétrons da camada de valência. É por isso que, sobre os metais, dizemos que eles têm facilidade em ceder elétrons, formando íons de carga positiva (cátions), fato este que nos leva a concluir que os metais têm alta eletropositividade. 

Leia todo o texto no Qi Educação > Ligação Iônica 

Se você gostou do blog, siga o Efeito Joule  Twitter, no Facebook ou receba as atualizações por e-mail.  
Nenhum comentário:
Postar um comentário

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.