Eletrostática

Na eletrostática estudamos as partículas carregadas eletricamente, ou seja, a eletrostática é a parte da física em que estudamos as cargas elétricas.

Para entender bem os conceitos que vou introduzir neste texto é importante que você conheça a estrutura da matéria, ou seja, o átomo. Então sua primeira leitura para iniciar os estudos em eletrostática é sobre o átomo, elétrons, prótons e nêutrons.

Na leitura sobre o átomo vimos que o âmbar adquire a propriedade de atrair pequenos pedaços de palha o que levou a curiosidade humana a iniciar o entendimento deste fenômeno.

Hoje sabemos que dois objetos ao serem atritados podem trocar cargas elétricas e, desta maneira, ficam eletrizados. Sabemos também que cargas elétricas de mesmo sinal se repelem e cargas elétricas de sinais opostos se atraem. Bem, todos estes conceitos formam a base da eletrostática, para entendê-los leia os textos abaixo.


Chamamos de condutores os corpos onde as partículas portadoras de carga elétrica conseguem se mover sem dificuldade, os corpos onde isso não acontece chamamos de isolantes.

A eletrização é o processo pelo qual um corpo fica eletrizado, ou seja, o processo mais importante na eletrostática. Quando um corpo ganha elétrons dizemos que ele foi eletrizado negativamente, pois o número de elétrons no corpo é maior que o número de prótons no mesmo. E quando um corpo perde elétrons o número de prótons no corpo é maior que o de elétrons, então, dizemos que o corpo está positivamente eletrizado.
A eletrização pode ocorrer através de três processos:



A quantidade de carga do elétron, em valor absoluto, é chamada de carga elementar e é representada por e. Esta carga é chamada elementar, pois é a menor quantidade de carga encontrada na natureza e este valor é:

e=1,6 . 10-19

Coulomb (C) é a unidade de medida utilizada para carga elétrica no Sistema Internacional de Unidades.

Para determinarmos a quantidade de carga elétrica de um corpo precisamos saber o número de elétrons ou prótons que este corpo tem em excesso, logo:

Q=n.e

Onde:

Q = quantidade de carga elétrica do corpo
n = número de elétrons em falta ou em excesso.
e = carga elementar (1,6 . 10-19C)


Charles Augustin Coulomb desenvolveu uma teoria que chamamos hoje de Lei de Coulomb. A Lei de Coulomb trata da força de interação entre as partículas eletrizadas, as partículas de mesmo sinal se repelem e as de sinais opostos se atraem.

O físico Charles Coulomb utilizou para estudar estas forças, um equipamento que ele mesmo desenvolveu. A balança de torção. Este equipamento consiste em um mecanismo que calcula a intensidade do torque sofrido por uma partícula que sofre repulsão.

Em muitos exercícios você pode encontrar o termo carga elétrica puntiforme, este termo se refere a um corpo eletrizado que tem dimensões desprezíveis em relação à distância que o separa de outro corpo eletrizado.

As cargas elétricas positivas são atraídas pelas cargas elétricas negativas e as cargas com mesmo nome se repelem, este não é um conceito difícil de entender e, já estudamos nos processos de eletrização. A lei de Coulomb diz que a intensidade da força eletrostática entre duas cargas elétricas é diretamente proporcional ao produto das cargas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa.
Continue lendo este conteúdo no texto Lei de Coulomb para finalizar nosso estudo sobre eletrostática, e depois continuar no estudo de toda a eletricidade.

Se você gostou do blog, siga o Efeito Joule  Twitter, no Facebook ou receba as atualizações por e-mail.   

 
8 comentários:
  1. como se responde esta questao? duas cargas iguais sao colocadas a 30 cm de distancia e repelem-se com força de intensidade de 0,1n.calcule a distancia entre elas

    ResponderExcluir
  2. um corpo apresenta uma quantidade de eletrons inferior a de protons protons .Sabendo que a diferença entre o numero de protons e o de eletrons´pe igual a 1.10².Determine a quantidade de carga eletrica desse corpo.

    ResponderExcluir
  3. p/ francele

    Este corpo possui 100 prótons em excesso. Portanto ele vai possuir a carga de 100 prótons.

    1 próton --------- 1,6x10^-19 C
    100 prótons ------ x C

    x = 100 x 1,6x10^-19 = 1,6x10^-17 C

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. olá, gostaria de saber por que um bastão de aço ao ser atritado inicialmente, naum consegue atrair pedaços de papel.
    por favor, tirem essa duvida minha!!!

    ResponderExcluir
  5. p/ Roger

    Isso depende da série triboelétrica. Se você der uma olhada nessa série vai ver que o aço, assim como o papel ocupam uma posição central nessa série. Em um extremo dessa série os materiais têm facilidade de adquirir carga positiva e, no outro extremo eles têm facilidade de adquirir carga negativa. A posição central significa então que esses materiais (como aço e papel) têm dificuldade de adquirir cargas ao serem atritados. Eles são neutros

    ResponderExcluir
  6. tres pontos materiais estao eletrizados com as cargas qa=4c,qb=-12,qc=4 sendo a distancia de qa a qb e 6m e a distancia de qb a qc 9m.sendo o meio o vacuo qual e a resultante bobre a carga b.

    ResponderExcluir
  7. Amo o efeito joule...
    finalmente to conseguindo enteder fisica...
    XD Perfeito >,<

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo o trabalho, adorei esse seu artigo sobre eletrostática; me ajudou muito !

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.