Cinemática e Cinemática escalar

A mecânica clássica é o estudo do movimento das partículas e dos fluidos. Este estudo pode ser dividido, didaticamente, em: cinemática, estática e dinâmica. A cinemática é o estudo descrito dos corpos em movimento, sem se preocupar com as causas destes movimentos.



É importante lembrar que um corpo está em movimento quando, à medida que o tempo passa, sua posição varia em relação a um referencial. Na cinemática vamos estudar dois tipos de movimento retilíneo, o movimento uniforme e o movimento uniformemente variado, logo em seguida, vamos estudar o movimento circular que também pode ser dividido da mesma maneira, movimento circular uniforme e movimento circular uniformemente variado.


A cinemática escalar é o estudo da cinemática utilizando, para fim de cálculos, grandezas escalares, ou seja, grandezas que tem apenas um valor numérico, onde não nos preocupamos com a direção e o sentido desta grandeza que são características de um vetor.


A mecânica clássica (logo a cinemática também) foi desenvolvida por Galileu Galilei (1564 – 1642) e por Isaac Newton (1642 – 1727) que conseguiu elaborar uma teoria unificada da física descrita em três leis, conhecidas coma as leis de Newton.


Abaixo estão os links dos textos para o estudo da cinemática:


Galileu Galilei
Galileu Galilei, cientista italiano nascido em 15 de fevereiro de 1564, é considerado o primeiro cientista moderno. Realizando vários experimentos, Galileu chegou às leis matemáticas que descrevem o movimento dos corpos terrestres e revolucionou a Astronomia.


Isaac Newton
Utilizando os fluxions, Newton conseguiu dar um enorme salto na ciência, conseguiu o que todos buscavam na época, uma teoria física unificada. Analisando o movimento da lua ele chegou a uma descrição perfeita para os movimentos, uma descrição que poderia ser utilizada tanto para os astros como para objetos menores na terra. Esta teoria unificada é descrita em três leis, conhecidas como as leis de Newton.


Cinemática: Trajetória, direção e sentido
Alguns conceitos básicos são de grande importância quando se vai iniciar o estudo da cinemática. Neste texto vamos estudar os conceitos de trajetória, direção e sentido.


Cinemática: Variação de espaço e distância percorrida
Como vimos no texto sobre trajetória, é importante determinar a posição do móvel para o estudo da cinemática. Vamos ver um outro exemplo e estudá-lo para entender o conceito de distância percorrida e variação de espaço na cinemática.


Cinemática: Tempo e variação de tempo
Na cinemática não nos preocupamos com as causas dos movimentos. Só nos interessa descrever o movimento, determinar a posição, a velocidade e a equação do móvel num determinado intervalo de tempo. E, a noção de tempo é fundamental na descrição de qualquer movimento.


Velocidade média e Velocidade instantânea
Quando, em algum exemplo ou exercício de cinemática, estiver o termo velocidade escalar, nos referirmos a uma grandeza escalar (que tem apenas valor numérico), sem nos preocupar com direção e sentido, que são características de um vetor.


Movimento Uniforme
O movimento uniforme é caracterizado por ter o móvel sempre com velocidade constante, ou seja, não importa as causas do movimento, como se iniciou ou como terminou, analisaremos apenas o trecho onde a velocidade não varia com o tempo.


Cinemática: Velocidade Positiva e Velocidade Negativa
Entender bem o conceito de velocidade, sua orientação e as classificações do movimento é importantíssimo para a compreensão da cinemática como um todo.


Aceleração Média e Aceleração Instantânea
Sempre que a velocidade de um móvel varia dizemos que esse móvel está acelerando. A aceleração é, portanto, uma medida da variação da velocidade por intervalo de tempo. Para entendermos melhor este conceito, vou dar um exemplo e o analisaremos com a ajuda de uma tabela.
15 comentários:
  1. sera que eu consigo fazer um gerador com um di
    namo de bicicleta ascender uma lanpada de 12v com a forsa do vento na praia

    ResponderExcluir
  2. nao Repouso escalar, posiçao escalar,ponto materialou corpo??

    ResponderExcluir
  3. tipo, como eu faço pra resolver um exercicio assim, estou no primeiro colegial, e não sei muita coisa em fisica... "um ponto material movimenta-se sobre uma tajetória retilínea obedecendo à função horária s=40+8t (no Si)
    determine :
    posição inical:
    posição estantanea 3 s :
    e por ai vaai..

    ResponderExcluir
  4. p/ AMANDA

    Quando vemos essa função horária percebemos que ela é da forma S = So + v*t.

    Sua função é: S = 40 + 8*t

    Por comparação pode-se ver que:
    So = 40 m (a posição inicial no SI)
    v = 8 m/s (a velocidade no SI)
    S(3) = 40 + (8 * 3) = 40 + 24 = 64 m (a posição no instante t = 3 s).

    Outras coisas ainda podem ser tiradas dessa função horária. Esse é o caso de um movimento com velocidade constante (aceleração zero).
    Se você fizer um gráfico espaço x tempo, este gráfico será uma reta onde o coeficiente angular desta reta é a velocidade.
    Repare como sua função horária se parece com a equação de uma reta: y = a*x + b

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. sabe eu gostaria de saber como fasso para resolver as questões porke tipo to no primeiro ano do ensino médio! me responda por favor ai
    bejokas caren rayane!

    ResponderExcluir
  6. Vou fazer o pism no final do ano e esse site tem me ajudado mto a compreender a Física !!!
    Valeeu !

    ResponderExcluir
  7. Muito bom esse blog... me ajudou muito.

    eu odiava fisica agora tou começando a me identificar...

    ResponderExcluir
  8. tipo, como eu faço pra resolver um exercicio assim, fiquei na recuperação de fisica e preciso fazer um exercicio para ajudar na recuperação mais eu não sei muita coisa de fisica ... Se poder responder o mais rapido possivel eu Agradeço desde já " um corpo obedece uma função horaria das posições s=40+8t(no Si)
    determine :
    posição inical e a sua velocidade :
    posição no instante 5 s :
    A Variação de posição entre 2s e 7s :
    O instante em que a posição é 60m.
    Quanto a trajetória , qual o tipo de movimento .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria S= 40 + 5.2
      S= 40 + 10
      S= 50 m
      A de 7 segundos, seria:
      S= 40 +5.7
      S= 40 + 35
      S= 75 m

      Excluir
  9. Gostei muito. Apesar de estar bem resumido, trata-se de dar enfase aos pontos mais importantes.

    ResponderExcluir
  10. Poxa nao consigo visualizar aceleracao media e aceleracao istantanea. Sniff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demorou um pouco mas consertamos o link, Abigail!
      Valeu

      Excluir
  11. O link da Aceleração Média e Aceleração Instantânea não está funcionando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Matheus! Agora consertamos o link.
      Valeu :)

      Excluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.