Aplicações do Efeito Joule: Fusível

Continuando os textos sobre as aplicações do efeito joule vamos estudar o fusível.

O fusível é um componente do circuito elétrico que tem como função proteger o circuito de possíveis sobrecargas de corrente elétrica. Em uma instalação elétrica todos os componentes são escolhidos para suportarem a corrente máxima prevista para o circuito, os fios, por exemplo, devem ter uma bitola que suporte a intensidade da corrente ou podem fundir com o calor liberado pelo Efeito Joule. Mesmo tendo este cuidado é necessário utilizar um dispositivo que corte a corrente caso haja alguma sobrecarga para que os aparelhos ligados não sejam danificados, o fusível é este dispositivo.

O fusível mais comum possui uma rosca como a lâmpada incandescente e em seu interior um pedaço de chumbo por onde se faz passar a corrente elétrica do circuito. O pedaço de chumbo é tal que se fundi quando a corrente elétrica ultrapassa um valor determinado interrompendo a passagem da corrente elétrica e protegendo os outros componentes.

Muitos são os prejuízos causados caso não se utiliza um fusível ou se utilizá-lo de maneira incorreta. Colocar um fusível que suporta uma corrente muito alta em um circuito de baixa corrente é um grande erro, pois ele não terá função alguma. Pode acontecer de a corrente elétrica ser suficiente para queimar o circuito, provocar explosões e incêndios.

Leia mais:

Efeito Joule
Aplicações do Efeito Joule: Lâmpada Incandescente.
Nenhum comentário:
Postar um comentário

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.