Eletricidade:

A eletricidade está presente a todo tempo ao nosso redor e até em nós mesmos. Na natureza a eletricidade pode ser observada no relâmpago, uma grande descarga elétrica produzida quando se forma uma enorme tensão entre duas regiões da atmosfera.


EletricidadeNo corpo humano também observamos a eletricidade: impulsos elétricos do olho para o cérebro. Nas células da retina existem substâncias químicas que são sensíveis à luz, quando uma imagem se forma na retina estas substâncias produzem impulsos elétricos que são transmitidos ao cérebro.


Na Grécia antiga, por volta de 600 a.C., Tales de Mileto fez algumas experiências com uma barra de âmbar (resina sólida fossilizada proveniente das árvores). Ele descobriu que, quando atritada com a pele de animal, a barra de âmbar adquire a propriedade de atrair pequenos pedaços de palha.


A palavra eletricidade se origina do vocábulo elektron, nome grego do âmbar. Apesar das descobertas feitas pelos gregos, a eletricidade só teve seus conhecimentos sistematizados a partir da segunda metade do século XVIII.


Eletricidade pode ser entendida como sendo o fenômeno resultante da interação das partículas que formam a matéria, em especial os elétrons. Para entender melhor o conceito de eletricidade elaborei um pequeno resumo neste post, se você desejar se aprofundar em um dos tópicos basta clicar no subtítulo.


Benjamin Franklin é um dos nomes mais conhecidos na eletricidade, pois realizou vários trabalhos no nesta área da física. Seu experimento mais famoso, e um dos experimentos científicos mais conhecidos, consistiu em empinar uma pipa em meio a uma tempestade para constatar que os raios tinham propriedades elétricas. Franklin empinou a pipa com um longo fio condutor e, amarrando na ponta final do fio um capacitor, ele demonstrou que estava correto quando o mesmo foi carregado. Franklin também teria utilizado uma chave no cordão da pipa, assim, observou faíscas quando a esta sofria a ação dos raios. A partir deste experimento Benjamin Franklin desenvolveu o pára-raios, acredito que a mais famosa de suas invenções.

Abaixo temos uma lista de textos sobre eletricidade, para saber mais de cada assunto basta clicar no título e se aprofundar:


O átomo: elétrons prótons e nêutrons


A matéria é formada de pequenas partículas, os átomos e estes são formados por partículas elementares, sendo as principais os prótons, os elétrons e os nêutrons. Os prótons e nêutrons são formados por quarks. Entender esta estrutura é o primeiro passo para entender a eletricidade.



Eletrização, condutores e isolantes.



Chamamos de condutores os corpos onde as partículas portadoras de carga elétrica conseguem se mover sem dificuldade, os corpos onde isso não acontece chamamos de isolantes.


A eletrização é um fenômeno importante na eletricidade. Quando um corpo ganha elétrons dizemos que ele foi eletrizado negativamente, pois o número de elétrons no corpo é maior que o número de prótons no mesmo. E quando um corpo perde elétrons o número de prótons no corpo é maior que o de elétrons, então, dizemos que o corpo está positivamente eletrizado.




Eletrização por atrito


Na eletrização por atrito os corpos atritados ficam com cargas elétricas opostas, como por exemplo, o pedaço de flanela com cargas positivas e o bastão de vidro com cargas negativas.




Eletrização por contato


Na eletrização por contato os corpos ficam com a mesma distribuição superficial de cargas elétricas. Isto significa que se os corpos forem idênticos, eles terão a mesma carga elétrica.



Eletrização por indução



Dois corpos, A e B, sendo A positivamente eletrizado e B um corpo eletricamente neutro, são colocados próximos um do outro sem haver contato.


As cargas positivas de A atraem as cargas negativas de B. Se aterrarmos o corpo B, as cargas elétricas negativas da terra vão se deslocar para o corpo B. Retirando o condutor que aterra o corpo B e só depois afastar o corpo A. Observamos então que o corpo B ficou negativamente eletrizado.




Carga elétrica


No núcleo do átomo estão os prótons e os nêutrons, e girando em torno deste núcleo estão os elétrons. Um próton em presença de outro próton se repele, o mesmo ocorre com os elétrons, mas entre um próton e um elétron existe uma força de atração, como no exemplo do âmbar e da palha. Desta maneira, atribuímos ao próton e ao elétron uma propriedade física denominada carga elétrica.




Lei de Coulomb


Outra contribuição para a Eletricidade foi dada por Coulomb. Charles Augustin Coulomb desenvolveu uma teoria que chamamos hoje de Lei de Coulomb. Ele estudou a força de interação entre as partículas eletrizadas, sabemos hoje que as partículas de mesmo sinal se repelem e as de sinais opostos se atraem.


Tensão elétrica e difereça de potencial (ddp)


Considere um aparelho que mantenha uma falta de elétrons e uma de suas extremidades e na outra um excesso. Este aparelho é chamado gerador e pode ser uma pilha comum. A falta de elétrons em um pólo e o excesso em outro origina uma diferença de potencial (d.d.p.).




Corrente elétrica


Se um condutor é ligado aos pólos do gerador os elétrons do pólo negativo se movimentam ordenadamente para o pólo positivo, esse movimento ordenado dos elétrons é denominado corrente elétrica. Muitas vezes a corrente elétrica é confundida com o termo eletricidade.




O Efeito Joule


Quando um condutor é aquecido ao ser percorrido por uma corrente elétrica, ocorre uma transformação de Energia Elétrica em Energia Térmica. Este fenômeno é conhecido como Efeito Joule, em homenagem ao Físico Britânico James Prescott Joule (1818-1889).



Resistência Elétrica



A dificuldade que alguns materiais apresentam à passagem da corrente elétrica é expressa por uma grandeza física chamada resistência elétrica.




Resistor


Os resistores são dispositivos cujas principais funções são: dificultar a passagem da corrente elétrica e, transformar Energia Elétrica em Energia Térmica por Efeito Joule. Entendemos a dificuldade que os resistores apresentam à passagem da corrente elétrica como sendo resistência elétrica. O material mais comum na fabricação dos resistores é o carbono.




Associação de Resistores


Em nosso dia-a-dia utilizamos vários aparelhos elétricos onde são empregados circuitos com dois ou mais resistores. Em muitos destes circuitos, um único resistor deve ser percorrido por uma corrente elétrica maior que a suportada, e nestes casos utiliza-se uma associação de resistores. Em outras aplicações vários resistores são ligados um em seguida do outro para obter o circuito desejado, como é o caso das lâmpadas decorativas de natal.




A Primeira Lei de Ohm


A primeira Lei de Ohm afirma que, ao percorrer um resistor (R) a corrente elétrica (i) é diretamente proporcional à tensão (U).
U = R. i





Segunda Lei de Ohm


George Ohm realizou diversos experimentos envolvendo a eletricidade. Muitos destes experimentos estavam relacionados à resistência elétrica, e nestes, ele verificou que a resistência (R) de um resistor é diretamente proporcional ao comprimento (l) do resistor, inversamente proporcional à área da secção transversal (A) e depende do material do qual o resistor é feito. Esta relação é conhecida como a Segunda Lei de Ohm.



Energia Elétrica



A Energia Elétrica pode ser definida como a capacidade de trabalho de uma corrente elétrica. Como toda Energia é a propriedade de um sistema que permite a realização de trabalho. Ela é obtida através de várias formas. Logo, o que chamamos de “eletricidade” pode ser entendido como Energia Elétrica se no fenômeno descrito, a eletricidade realiza de trabalho por meio de cargas elétricas.



Gerador



O gerador é um mecanismo que transforma energia mecânica, química ou outra forma de energia em energia elétrica. O gerador elétrico mais comum é o dínamo (gerador de corrente contínua) de bicicleta, que já estudamos em “como funciona um dínamo”.


Espero que este artigo ajudem vocês a entender melhor a eletricidade.

30 comentários:
  1. Muito completo este post! Não não ser estudioso, mas tenho muita curiosidade das coisas. E este artigo me ajudou a entender melhor sobre eletricidade. muito maneiro mesmo!
    valew!

    ResponderExcluir
  2. Realmente aqui vc aprende física...

    Muito bom esse site.... me ajudou muito.
    Estudei para prova somente lendo essa matéria...

    Parabéns pelo talento....

    ResponderExcluir
  3. Gostei mto do site mais queria experimentos de fisica sobre eletricidade

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. Adorei. E tudo o que eu preciso para o meu trabalho.
    Anaeliza

    ResponderExcluir
  6. nossa muito bacana memso o assunto eu estou estudando esse assunto .. eu estou fazendo técico em automação .. e tbm queria perguntar como que eu posso ter maior conhecimento de eletricidade?

    ResponderExcluir
  7. Prezado amigo
    Estou elaborando um blog, relacionado a Energia eletrica solar.
    existem conceitos que gostaria de utilizar, posso copíar citando é obvio sempre o teu site.
    franhern@superig.com.br

    ResponderExcluir
  8. mto bom esse site! me ajudou mto com o vestibular!

    =) beijao

    ResponderExcluir
  9. jóinha!!
    valeu campeão, eh nois !!!
    A América vai ser toda nossa!!!
    eu ja tomei choque meo...mó tesão!

    ResponderExcluir
  10. Ameeei o blog!
    É muito útil pra mim, pois to cursando o técnico em eletrotécnica e é sempre bom contar com a ajuda de algum blog confiável na hora de fazer os trabalhos, pois se sabe que é impossível confiar no wikipedia, haha. Valeeu!

    ResponderExcluir
  11. adorei ajudou muito no meu trabalho???de vestibular eu passei por causa que eu vi este site.eu estou super feliz...

    ResponderExcluir
  12. josielerodriguessouza@hotmail.com14 de junho de 2010 16:50

    adorei o blog é muito importante para apremdermos .
    parabens!!!!!!!!!adorei!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. obs: quem fez o comentário recém enviado Anônimo foi a Sabrina A. aqui! (:

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito deste post, além de completo muito resumido, mas se tivesse algumas ilustrações, ficaria mais facil e melhor de aprender. Mas tá demais!

    ResponderExcluir
  15. queria um resumo do resumo

    ResponderExcluir
  16. achei muito interessante esse blog.

    ResponderExcluir
  17. eu queria um resumo pow e me apareceu isso tudu,me braço ta doendo de tento copiar

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pelo blog. Tenho muuita dificuldade com essa parte da física, e os resumos me ajudaram bastante. =)

    ResponderExcluir
  19. gostei muito.devido a facilidade de entendimento dos assuntos,e pela simplicidade em q foram abordados os assuntos.fran

    ResponderExcluir
  20. Eu gostei muito,vou ter uma prova daqui uma semana num curso e me falaram que em Física vai cair elétrica,então estava pesquisando na internet e achei o site,gostei bastante!!!!Parabéns pro autor ficou ótimo e pra quem não entende nada está muito bem explicado.Agora é só estudar e arrasar
    fique com Deus!

    ResponderExcluir
  21. adooreii esse sitee ,, vou tiirar um {10} ;D rs'

    ResponderExcluir
  22. adooreii esse sitee ,, vou tiirar um {10} ;D rs'

    ResponderExcluir
  23. bom aqui tem tudo que eu preciso para sabe mais sobre a eletricidade e perigo dela

    ResponderExcluir
  24. Muito boa a explicação , ficou bem claro.

    ResponderExcluir
  25. muito boa esta introduçao sobre a eletricidade:)

    ResponderExcluir
  26. Gostaria de saber se é possível obter uma queimadura com a descarga elétrica de um chuveiro, pois ocorreu com meu irmão, ele disse ter se queimado no chuveiro e apresentou uma queimadura no ombro direito e outra bem pequena na coxa da perna direita...

    ResponderExcluir
  27. kethlen Alcantara9 de junho de 2013 16:58

    Parabens pelo blog! pois tenho muita dificuldade em fisica mas vcs explicam com tanta simplicidade que nao tem como não entender. ja consegui resolver uns exercicios e vou resolver muito mais! obrigada msm. Encontrei um oasis..

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.