Exercícios Resolvido: Cinemática 01

Exercício de Física do vestibular da UNESP 2006. Prova de conhecimentos gerais, questão que exige conhecimentos de cinemática.

(VUNESP 2006) O fabricante informa que um carro, partindo do repouso, atinge 100 km/h em 10 segundos. A melhor estimativa para o valor da aceleração nesse intervalo de tempo, em m/s2, é:
a) 3,0.10-3
b) 2,8
c) 3,6
d) 9,8
e) 10




Resolução

As unidades do exercício devem ser congruentes, logo devemos fazer a transformação de km/h para m/s.


Da definição de aceleração escalar média, temos:


Obtendo como resposta a alternativa b.

Voltar para Exercícios Resolvidos


Se você gostou do blog curta nossa página no Facebook ou receba as atualizações por e-mail.
112 comentários:
  1. Oi sou novo nesta area e gostaria de saber porque o exercicio da cinematica 1 foi dividido por 3,6
    E o da Brenda porque 20=0+5.t de onde tiramos esta resposta que V=20.Gostaria de saber os calculos sem nenhum tipo de simplificaçao

    ResponderExcluir
  2. P/ Cidneon

    é pq transforma km/h em m/s
    por isso que divide por 3.6.

    ResponderExcluir
  3. oi...
    meu nome é marianna villar ,
    vou fazer o enem/encceja,
    ao resolver essa questão, notei que
    a transformação de km para metros n é
    27,8 , e sim 27,77.
    me tira essa duvida!!
    na prova eu devo arredondar o num????
    espero resposta...
    meu blog é marianna villar!!
    flw..

    ResponderExcluir
  4. um veiculo percorre inicialmente 40 km de uma estrada em 0,5h. a seguir , mais 60km em 1h 30min . calcule em km/ a velocidade media do veiculo durante todo o percurso.

    ResponderExcluir
  5. fernando machado

    um veiculo percorre inicialmente 40 km de uma estrada em 0,5h. a seguir , mais 60km em 1h 30min . calcule em km/ a velocidade media do veiculo durante todo o percurso.


    vm= delta s sobre delta t = 60-40 sobre 1,5-0,5 = 20km/h

    eu acho que é assim

    ResponderExcluir
  6. um veiculo percorre inicialmente 40 km de uma estrada em 0,5h. a seguir , mais 60km em 1h 30min . calcule em km/ a velocidade media do veiculo durante todo o percurso.
    A velocidade média é dada pelo Espaço TOTAL/ Tempo total, sendo assim, (delta)v=40+60/0,5+1,5=
    50 Km/h

    ResponderExcluir
  7. Luciana Mandarino5 de abril de 2010 14:58

    Como posso resolver esta questâo: Duas partículas com velocidades de módulos constantes realizam movimentos de tal forma que: quando se movimentam no mesmo sentido uma se afasta da outra com uma velocidade relativa de 10m/s e quando elas se movimentam em sentidos opostos a velocidade relativa entre elas é 24m/s. Determine as velocidades das partículas em relação a terra.

    ResponderExcluir
  8. NEIDE, agradecida pela ajuda!!!5 de maio de 2010 19:08

    Oi quando respondi ñ deu muito certo mas quando ví a resposta entendi, obg pela ajuda.

    ResponderExcluir
  9. olá estou na 8ªsérie mas essas contas de fisica não são faceís não quando tenho dúvida venho aqui olhar para me relembrar o que a professora explicou e assim posso fazer o exercicio!é muito bom esse site! tchau.

    ResponderExcluir
  10. uma particula percorre metade de um trajeto com velocidade de 6 m/s e o restante com velocidade de 8m/s. calcular a velocidade média de todo trajeto.

    ResponderExcluir
  11. Fernando machado resolvi sua conta facim facim, veja o individo gastou em todo o percurso de 100km, 2 horas. Dessa forma a Vm= delta S / delta T temos o resultado de 50km/h

    ResponderExcluir
  12. Aline sua questão está completa ?
    nela num falta pelo menos um item de tempo?

    ResponderExcluir
  13. blogueiro queria q se possivel vc responde-se a questão de Luciana Mandarino. Agradecido respondendo por que é uma questão de alto nivél...

    ResponderExcluir
  14. Se um jogador de futebol chuta uma bola rápida na direção horinzontal de 160 km/h, quanto tempo leva a bola para alcançar a goleira distante 18,4m?

    ResponderExcluir
  15. eu queria a resposta dessas questões..uma pessoa caminha 1500 metros em 15 minutos.qual a sua velocidade média?

    um carro desloca-se 12km com velocidade média de 80km/h.em quanto tempo foi feito esse percurso?

    ResponderExcluir
  16. maria de lourdes30 de maio de 2010 17:14

    natiele primeiro tem que tranformar minutos em segundos e aplicar a fórmula da velocidade:
    15min x 60s = 900s
    V=delta S /delta t ou v=1500/900
    v=1,67m/s

    ResponderExcluir
  17. Alguém resolve esta questão?
    Num concurso de soltar pacote sobre o alvo, um avião concorrente está voando com velocidade horizontal constante de 155km/h e à altitude de 225m diretamente acima do voo. Qual o ângulo de visada em que o pacote deve ser lançado de modo a acertar o alvo?
    obrigada.

    ResponderExcluir
  18. Gente alguem pode me ajudar nesse exercicio aqui?

    Um veiculo trafega em uma pista a m/s . De repente o sinal de transito à sua frete fica amarelo,e posteriormente,vermelho.Considerando que o motorista tenha levado s parar frear completamente o carro,calcule em modelo,a aceleração do carro .

    obrigado por quem poder ajudar.. beijos bianca :D

    ResponderExcluir
  19. Luciana Mandarino:
    analize separadamente cada caso:
    quando as particulas se deslocam no mesmo sentido, a velocidade relativa é resultado da diferença entre as duas velocidades. Logo Vx+10=Vy

    quando as particulas se deslocam em sentidos opostos, a relativa é a soma. Logo 24=Vx+Vy

    Fazendo um simples sistema, percenemos q Vx=7m/s e Vy=17m/s em relação à Terra

    ResponderExcluir
  20. partindo do repuoso,um aviao pecorre a pista e atinge a velocidade de 360km/h em 25s.Qual o valor da aceleraçao escalar media no referido intervalo de tempo?

    ResponderExcluir
  21. Um móvel se desloca em trajetória retilinia obedecendo a função horária da velocidade v = 20-4t,com unidades no Sistema Iternacional.Pode-se afirmar que no isntante t=5s,a velocidade do móvel em m/s e a sua aceleração em m/s² são?

    ResponderExcluir
  22. show de bola brother!!! tudo na paz. consegui entender tudinho.

    ResponderExcluir
  23. Questão de Fernando Machado:
    Eu resolvi usando a média harmônica, e nesse caso não usei o tempo.
    2/1/40+1/60 (Resolve o denominador 1/40+1/60=5/120)=
    2/5/120 (Multiplica o numerador pelo inverso do denominador)=
    2x120/5 (Resolve a multiplicação)=
    240/5 = 48
    Cheguei na resposta de 48 Km/h

    ResponderExcluir
  24. Por Favor! Eu preciso muito saber Como Faço alguns exercícios, de movimento Retilíneo uniforme, que contenham presice usar as Equações de Deslocamento, Intervalo de Tempo e velociade média!

    ResponderExcluir
  25. oi estou no 1° ano do ensino medio e preciso saber se posso converter km/h pra m/s ou se alguns casos posso resolver dividindo o valor por seu tempo mesmo q em segundos. ou deve ser necessario ter m/s pra dividir por s.fico grata se me responderem até dia 10 de dezembro pois tenho prova e realmente desconheço essa materia.

    ResponderExcluir
  26. De uma cidade A parte, para outra cidade B, um trem com velocidade constante de 36 km/h. Ao mesmo tempo, de B, parte, para A, outro trem, com velocidade de 44 km/h, e uma super mosca, com velocidade de 100km/h. A mosca, encontrando o trem que partiu de A volta imediatamente para B, mas, encontrando o trem que partiu de B, volta imediatamente para A e assim sucessivamente. A distância entre as duas cidades é de 40km/h. No instante em que os trens se encontram, para a mosca: determine a distância percorrida(x).

    ResponderExcluir
  27. P/ Vanessa

    Neste exercício não importa se a mosca anda em ziguezague ou não. Lembre que ela é uma super mosca e mantém velocidade constante de 100km/h. Portanto, se a velocidade dela é constante, basta calcular o tempo de vôo dela para descobrir a distância total de vôo dela. Este tempo de vôo é exatamente o tempo que os trens levam para se encontrarem. Assim, vamos considerar o nosso zero como na cidade A por exemplo e considerar o sentido positivo como de A para B. Assim, temos as equações:
    Sa=36t (equação do trem A)
    Sb=40-44t (equação do trem B)

    Quando eles se encontram Sa=Sb, logo:
    36t=40-44t
    80t=40
    t=1/2 [h]

    Ou seja, os trens se encontram em meia hora e, este será o tempo de vôo da mosca. Como a mosca voa a uma velocidade constante de 100km/h, isso quer dizer que, após fazer todos os seus zigues e zagues, ela terá percorrido a distância total de 50km simplesmente porque ela voou durante meia hora.

    Abraço

    ResponderExcluir
  28. Um automóvel caminha pelo trecho de estrada esquematizado abaixo. Às 7h 5min. ele passa pela posição de 10 km; e às 8h 20 min. pela posição 60 km. A velocidade méida do automóvel entre os instantes relativos às posições 10 km e 60km, respectivamente, foi de:

    ResponderExcluir
  29. P/ Rafaela

    Na posição inicial o carro passa pelo Km10 da estrada às 07:05h.
    Na posição final o carro passa pelo Km60 da estrada às 08:20h.

    Do Km10 para o Km60 temos uma distância percorrida de 50km.
    Este percurso de 50km foi feito em 75 minutos.

    A velocidade média no percurso vale:
    Vm = deltaS/deltaT
    Vm = 50/75 [km/min]

    Esta é a velocidade média. Só que está em uma unidade estranha [km/min]. Vamos transformar para km/h. Basta usar uma regra de 3.

    50 km -------- 75 min
    x km --------- 60 min

    Ou seja, se ele percorre 50km em 75min, quantos km ele percorrerá em 60min (que vale 1h)?

    75x = 50.60
    x = 40

    Então o carro percorre 40km em 60min, ou melhor dizendo percorreu 40km (deltaS) em 1h (deltaT).

    Portanto Vm = 40km/h
    Repare que 40km/h é igual a 50/75km/min. Simplesmente foi feita uma transformação de unidades.

    Abraço

    ResponderExcluir
  30. Determine a velocidade média de um corredor em uma maratona (42km) que completa a prova em 3h e 30 minutos

    ResponderExcluir
  31. p/ Ana Nunes

    A velocidade média é dada por:
    Vm = deltaS/deltaT
    Vm = 42/3,5 [km/h] = 12 km/h

    Abraço

    ResponderExcluir
  32. P/ Ana

    Então temos Delta(S)=42km e Delta(T)=3h e 30 min.
    mas pra você determinar a velocidade média precisamos mudar a medida 3h e 30m, para somente hora que fica igual a 3,5h.
    60m----------1h 3h+0,5h=3,5h
    30m----------x
    X=30/60
    X=0,5

    Calculando a velocidade média fica:

    Vm=deltaS/deltaT
    Vm=42km/3,5h
    Vm=12


    bjs , espero ter ajudado, embora eu ainda não seja profissional KKK

    ResponderExcluir
  33. Gente quero explicar mais expecificado a 1ª pergunta do blog.
    é o seguinte quando transformamos as unidades de metros para quilometros você divide por cem e o contrário você multiplique.Exemplo:
    1ooom/1000 → 1km
    E quando você vai transformar segundos em horas você você divide por 3600(porque uma hora tem 3600 segundos) e o contrario você multiplica. Exemplo:
    3600s/3600 → 1h.
    Então vou fazer a velocidade media m/s.
    1000m/3600s = 3.6 ( não sei porque mas tive que dividir os segundos pelos metros pra chegar nesse resultado). Mas enfim fica 3.6m/s então pra tranformar :
    Km/h em m/s → divide por 3,6
    M/s em Km/h → multiplica por 3,6.

    Dá pra entender? não sou mt boa com explicações mas to tentando, se tiver alguma duvida que eu consiga responder estou à disposição . BGS!

    ResponderExcluir
  34. um trem se move com velocidade uniforme de 144 km/h e atravessa uma ponte de 90 m de comprimento em 4,5 segundos qual é o comprimento do trem?

    ResponderExcluir
  35. p/ Caarol

    Imagine o trem bem no início da ponte. Para que o trem cruze a ponte ele tem que sair todo da ponte. Ou seja, a frente do trem tem que cruzar a ponte toda (90 metros) e depois ainda tem que cruzar todo o corpo do trem (x metros). Assim:

    Vm = DeltaS/DeltaT
    Vm = (90 + x)/4,5

    Vamos transformar a velocidade média de km/h para m/s. Basta dividir por 3,6.

    144 km/h = 144/3,6 m/s = 40 m/s

    40 = (90 + x)/4,5
    180 = 90 + x
    x = 90 metros

    Por acaso o trem tem exatamente o mesmo comprimento da ponte.

    Abraço

    ResponderExcluir
  36. Podem me dar uma ajudiinha ? Rs

    >>Na véspera dos feriados da Páscoa, Antônio ao chegar à estação rodoviária, tomou conhecimento de que o ônibus em que deveria embarcar havia saído há 10 minutos. Imediatamente, Antônio, tomou um táxi e saiu em perseguição ao ônibus, encontrando-o após 20 minutos. Sabendo que as trajetórias descritas foram as mesmas e que o táxi, no percurso efetuado, desenvolveu a velocidade escalar média de 60 km/h, a velocidade escalar média do ônibus, desde sua partida da rodoviária até ser alcançado pelo táxi, foi ?

    ResponderExcluir
  37. p/ Laliinha

    Como estamos falando de velocidade média podemos usar a fórmula do sorvete. Temos que tomar cuidado com as unidades.

    Para o ônibus podemos escrever a seguinte equação:
    S1 = So + v * t

    Para o táxi temos:
    S2 = So + 60/3,6 * (t - 600)

    Agora uma explicação sobre estas fórmulas:
    1) O valor de So é o mesmo para ônibus e táxi, pois eles iniciam seus percursos partindo do mesmo local;
    2) A velocidade do táxi aparece dividida por 3,6 para transformar de km/h para m/s (60/3,6);
    3) A equação do táxi está atrasada de 600 segundos, pois o táxi parte com um atraso de 10 minutos = 600 s (t-600)

    Dito isto basta igualar as equações, pois o ônibus e o táxi se encontram quando S1 = S2

    So + v * t = So + 60/3,6 * (t - 600)

    Agora basta substituir o tempo t por 30 min = 1800 s

    Agora um detalhe sobre isto. Poderia haver uma confusão se se usaria 10 min, 20 min ou 30 min para o tempo. Do jeito como escrevi a equação do ônibus, fica claro que o tempo t=0 é o momento da partida do ônibus. Então é a partir daí que o relógio começa a contar. Repare que do jeito que a equação do táxi está escrita, se você substituir t=600 s, o táxi vai estar em So, e o ônibus vai estar mais na frente.

    Então, substituindo t=1800 nas 2 equações temos:

    So + v * t = So + 60/3,6 * (t - 600)

    1800 * v = 60 * 1200/3,6

    v = 40/3,6 m/s

    transformando para km/h temos:

    v = 40 km/h (velocidade média do ônibus)

    Abraço

    ResponderExcluir
  38. Gentee.. alguem me da uma luz, rs!

    Uma estaca de comprimento L de um determinado material homogêneo foi cravada no solo. Suspeita-se que no processo de cravação a estaca tenha sido danificada, sofrendo possivelmente uma fissura abrangendo toda sua seção transversal conforme ilustra a figura acima. Para tirar a dúvida, foi realizada uma percussão em seu topo com uma marreta. Após t1 segundos da percussão, observou-se um repique (pulso) no topo da estaca e, t2 segundos após o primeiro repique, percebeu-se um segundo e último repique de intensidade significativa (também no topo da estaca), sendo t1 diferente de t2.
    Admitindo-se que a estaca esteja danificada em um único ponto, a distância do topo da estaca em que se encontra a fissura é

    a) Lt1/t2
    b) Lt1/(3t2)
    c) Lt1/(t1 + t2)
    d) Lt2/(t1 + t2)
    e) Lt2/(2t1)

    ResponderExcluir
  39. p/ Laliinha

    As vibrações sonoras são refletidas quando há uma interface. Neste caso temos a interface da fissura no interior da estaca (a uma distância "x" do topo). E temos ainda o final da estaca de comprimento L. Como a estaca é homogênea isto quer dizer que a velocidade de propagação em seu interior é constante. Desta forma o exercício pode ser resolvido por uma simples regra de 3.

    2.x ------ t1
    2.L ------ t1+t2

    Agora uma explicação. Esse 2 aparece (2x e 2L) porque o som caminha em dobro pela estaca. Ou seja, depois que o som é gerado no topo da estaca ele se desloca pelo material até encontrar a interface e depois retorna o mesmo caminho (após este retorno é que o repique é detectado). Porque o som vai e volta é que aparece esse fator 2. Então o que a regra de 3 diz é: Para uma distância 2x o som leva t1 segundos e, para o comprimento todo 2L (ida e volta) o som leva t1+t2 segundos. Resolvendo a regra de 3 temos:

    2.x ------ t1
    2.L ------ t1+t2

    2.x.(t1+t2) = 2.L.t1
    x = L.t1/(t1+t2)

    Resposta = letra C

    Abraço

    ResponderExcluir
  40. Alguém pode me ajudar???

    Um feixe de luz ultravioleta (UVB) se encontra com uma velocidade de 1000 m/s quando entra na eletrosfera passa a ser acelerada durante 8 s por uma aceleração escalar média de 9,8 m/s². Qual será a velocidade dessa partícula após esse tempo?

    ResponderExcluir
  41. p/ Ana!

    Bem Ana! Vou resolver esse problema como se fosse uma partícula (que é o que você fala no final do enunciado). Podemos aplicar a fórmula:
    V = Vo + a.t
    V = 1000 + 9,8.8 = 1078,4 m/s

    Agora uma explicação sobre a luz ultravioleta: Ela é uma radiação eletromagnética e, como tal se move à velocidade da luz "c". Na verdade não entendi no seu problema o porquê da luz ser acelerada quando entra na eletrosfera? A luz não é atraída pelos elétrons (ela é energia, não é partícula carregada para ser atraída pelos elétrons). A luz pode sim mudar sua velocidade, dependendo do índice de refração do meio "n" no qual ela estiver se deslocando. O que pode ocorrer também (não sei se era isso que seu enunciado queria dizer) é que esta luz UV ao incidir na eletrosfera poderia transferir sua energia para um elétron que poderia ser acelerado até mesmo para fora da eletrosfera (ionização do material).

    Bem! Não sei se ajudou

    Abraço

    ResponderExcluir
  42. Gosto muiyo da física, tenho dificuldades para resolver alguns exercícios.Cabixi-RO

    ResponderExcluir
  43. eu queria saber que:a velocidade tangencial média,em km/h com que a ilha de marajó gira em torno do eixo da terra.e esta mandando eu utiliza o pi de 3?o que faço nao sei como se faz?

    ResponderExcluir
  44. e tbm queria saber se a distância,em km,de uma estrela que ésta a cem anos luz da terra?

    ResponderExcluir
  45. por favor eu queria saber se o tempo,em segundos,para ouvir"o grito de gol" de uma torcida que esta em estadio de futebol a 3,3 km de distância? queria saber pois nao entendi se vcs poderiam me ajuder.e obrigado

    ResponderExcluir
  46. p/ rubi

    1 ano-luz = 9,46x10^12 km (aproximadamente)

    Logo:

    100 anos-luz = 9,46x10^14 km

    Abraço

    ResponderExcluir
  47. p/ sara

    Sara! Eu não sei que coisa é essa de "pi de 3". Mas eu acho que o que você quer saber é:

    - A Terra é aproximadamente esférica e possui um raio de 6378km no equador (que é onde a ilha de marajó se situa). Sabemos que a circunferência total da Terra mede 2xPIxR (comprimento total da linha do equador). Sabemos também que a Terra leva aproximadamente 24 horas para fazer uma volta completa em torno de si. Então:

    V = DeltaS/DeltaT = 2xPIxR/24
    V = 2x3,14159265x6378/24
    V = 1670 km/h (aproximadamente)

    Abraço

    ResponderExcluir
  48. p/ sara

    A velocidade do som no ar varia entre 330 e 340 m/s dependendo se é um dia bem frio ou bem quente. Então, para a nossa conta dar redondinha vamos imaginar que estamos num dia bem frio. Assim:

    V = 330 m/s
    DeltaS = 3,3 km = 3300 m
    DeltaT = ???

    V = DeltaS/DeltaT
    330 = 3300/DeltaT
    DeltaT = 3300/330 = 10 s

    Então, num dia bem frio, leva em torno de 10 segundos para se ouvir o grito da torcida.

    Abraço

    ResponderExcluir
  49. vcs podem me ajudar com um exercício?

    Duas famílias,A e B, resolvem passar as férias em um mesmo local.A família A parte com seu automóvel ás 8h da manhã, de certo dia, e mantém velocidade escalar média igual a 75km/h. Uma hora após a saída da família A, parte do mesmo local a família B. O automóvel que a conduz mantém uma velocidade escalar média igual a 90kh/h.Determine:

    após quanto tempo, depois de ter saído o automóvel com a familia A, a família B o alcança;

    a que distancia do ponto de saída a familia B encontra a familia A;

    se a familia B quiser alcançar o automóvel que conduz a família A, a 300 quilômetros do ponto de saída, que velocidade escalar média deve ser imprimida ao veículo que a conduz.

    ResponderExcluir
  50. p/Guilherme

    SA = So + VA.t
    SB = So + VB.(t-1)

    O encontro dos carros ocorre quando SA=SB

    VA.t = VB.(t-1)
    75.t = 90.(t-1)
    75.t = 90.t - 90
    15.t = 90
    t = 6 horas
    No encontro podemos usar qualquer uma das duas equacoes
    S = 75.6 = 450 km

    300 = 75.t
    t = 4 h
    300 = VB.(4-1)
    VB = 100 km/h

    ResponderExcluir
  51. por favor,alguem pode me ajudar,estou tendo dificuldade em resolver a questão;um corpo obedece a função horaria s=6-5t+t2.Determine a posição do móvel no instante 5s,o caminho percorrido pelo móvel no instante 4s e 6s.

    ResponderExcluir
  52. p/ Irina

    A posição do móvel é dada pela equação S=6-5.t+t^2

    logo, para encontrar a posição do móvel no instante 5s, deve-se substituir este valor na equação:

    S=6-5.5+5^2
    S=6-25+25
    S=6m --> a posição do móvel é igual a 6 metros.

    Para determinar a distância percorrida de 4s a 6s deve-se fazer o mesmo que no item anterior só que para os dois valores, 4s e 6s:

    4s
    S=6-5.4+4^2
    S=6-20+16
    S=2m

    6s
    S=6-5.6+6^2
    S=6-30+36
    S=12m

    Sendo assim, obtemos a posição do móvel no instante 4s que é 2m e a posição do móvel no instante 6s que é 12m.

    O móvel se deslocou então:

    DeltaS = Sf-S0
    DeltaS = 12 - 2
    DeltaS = 10m

    10 metros

    ResponderExcluir
  53. por favor,alguem pode responder essa questao:uma nave espacial em movimento tem sua posição no decorrer do tempo,num trecho do movimento dado pelo grafico:5(m) 3500,500...t(h) 3..ps.. nao consegui montar o grafico aqui,mas se entenderem,queria a velocidade e onde estara a nave apos 8h... muito obrigado!!!

    ResponderExcluir
  54. p/ afonso

    Repita sua questão por favor. Não entendi os pontos do gráfico.

    ResponderExcluir
  55. p/ afonso

    Não entendi os pontos do seu gráfico s x t

    5, 3500, 500, 3? Quem é quem????

    ResponderExcluir
  56. ..MUITOOOOOOOOO OBRIGADAAAAAAAAAAAA.....

    ResponderExcluir
  57. entao.. o grafico é como se fizesse um L normal,a parte q sobe começa com 500... depois vai p 3 500 e termina 5(m) a parte de baixo do grafico q vai a seta p direita,inicia com 0me termina em 3 na frente tem t(h)..nao consegui montar o grafico aqui,queria saber a velocidade da nave e onde ela estara após 8h,se puder me ajdar,agradeço muito.

    ResponderExcluir
  58. ..... s (m) 5 3500 e 500 e t (h) inicia 0 e termina n 3... sera q conseguirão entender?? grato..

    ResponderExcluir
  59. me respode por favor: quando dois moveis se movem ambos com velocidades constantes,um em direção ao outro, a distancia entre eles diminui 40 m em cada segundo.Se, sem alterar os módulos das velocidades,moverem-se ambos no mesmo sentido suas posições variam de40 m em 10 segundos,pode-se afirmar que os veiculos possuem velocidades?

    ResponderExcluir
  60. p/ marilia

    No primeiro caso podemos escrever:
    V1 + V2 = 40
    No segundo caso podemos escrever:
    V1 - V2 = 40/10
    Todas essas equações consideram apenas os módulos das velocidades

    V1 + V2 = 40
    V1 - V2 = 4

    Somando:
    2.V1 = 44
    V1 = 22 m/s
    Substituindo na primeira equação:
    22 + V2 = 40
    V2 = 18 m/s

    ResponderExcluir
  61. Preciso de ajuda em um exercício de física, vou deixar o enunciado aqui,me ajude se puder.
    1)De uma cidade A parte um carro para a cidade B em movimento uniformemente variado com aceleração de 12 km/h².Neste exato momento parte outro carro de B para A com a velocidade constante de 25km/h. A distancia entre as cidades A e B é de 469 km.
    Determine
    A) O instante do encontro
    B) A posição do encontro.
    Se puder me ajudar agradeço muito.

    ResponderExcluir
  62. p/ caue

    Primeiramente temos de definir um sistema de referência. Vou imaginar a cidade A em S=0 e a cidade B em S=469.

    Carro 1: MUV
    S1 = So + Vo.t + a.t^2/2
    S1 = 0 + 0.t + 12.t^2/2
    S1 = 6.t^2

    Carro 2: MU
    S2 = So + V.t
    S2 = 469 - 25.t

    obs: nosso sentido convencionado positivo é de A para B. Repare que o vetor velocidade do carro 2 aponta de B para A. Por isso ele entra negativo na fórmula.

    O encontro se dá quando S1=S2. Assim:
    6.t^2 = 469 - 25.t
    6.t^2 + 25.t - 469 = 0
    O tempo do encontro será um zero da função

    Delta = 25^2 - 4.6.(-469) = 11881
    t = [-25 +/- raiz(11881)]/(2.6)
    t = (-25 +/- 109)/12
    obs: a raíz negativa não tem sentido físico. Portanto:
    t = (-25 + 109)/12 = 84/12 = 7 h
    S = 6.7^2 = km 294

    ResponderExcluir
  63. Po leonardo, muito obrigado cara,sua explicaçao me ajudou muito

    ResponderExcluir
  64. Boa tarde!
    Não encontrei no blog algum assunto sobre fluídos entao vou postar aqui minha pergunta:

    Em um recipiente cilindrico que possui capacidade para 58L foi colocado alcool, na base deste recipiente há uma pequena torneira, gostaria de saber como faço (qual formula usar) para calcular a velocidade em que agua escoa se a torneira for aberta totalmente.

    desde já agradeço

    ResponderExcluir
  65. p/ jeferson

    Neste exercicio temos que a variacao da energia potencial da coluna de liquido sera igual a variacao da energia cinetica da mesma. Assim, imaginando o ponto 1 no topo do cilindro e o ponto 2 na torneira, podemos escrever:
    DeltaEc = DeltaEp

    m.(v2^2/2 - v1^2/2) = m.g.(h2 - h1)

    corta as massas e, considerando que a torneira eh pequena em relacao ao recipiente, podemos aproximar a velocidade de escoamento v1 = 0.
    Podemos ainda definir que h2 = 0 e que h1 tem tantos metros acima de h2. Assim a equacao anterior se resume a:

    v2^2/2 = g.h1
    v2 = raiz(2.g.h1)
    No nosso exemplo nao temos o valor de h1 (altura do cilindro). Mas temos a relacao V = S.h
    h = V/S

    Assim a velocidade de escoamento na torneira v2 eh dada por:
    v2 = raiz(2.g.V/S)

    Ou se conhece a altura do cilindro, ou se conhece a relacao V/S. Neste exemplo falta entao saber o vaor da area da secao do cilindro S.

    ResponderExcluir
  66. leonardo, mas se tiver um outro liquido de diferente viscosidade, isso no vai influenciar na velocidade de escoamento?

    ResponderExcluir
  67. p/ jeferson

    Para este tipo de exercicio, como voce pode ver pela formula, a velocidade de escoamento pela torneira vale:

    v = raiz(2.g.h)

    Portanto essa velocidade depende apenas da gravidade e da altura da coluna de liquido.

    ResponderExcluir
  68. p/ jeferson

    Uma explicacao adicional eh que esta resolucao pela conservacao da energia mecanica do fluido eh verdade para fluidos de baixa viscosidade. Para estes fluidos a energia mecanica se conserva e podemos dizer que a variacao da energia potencial eh igual a variacao da energia cinetica. Neste caso a solucao eh esta que foi apresentada: v = raiz(2.g.h).
    Contudo, quando a viscosidade do fluido cresce muito, aparecem efeitos de resistencia ao seu escoamento. E desta forma a energia mecanica nao se conserva. Assim, a resolucao anterior eh valida apenas para fluidos de baixa viscosidade, pois somente no escoamento de fluidos de baixa viscosidade a energia mecanica se conserva

    ResponderExcluir
  69. Preciso de uma explicação para o exercício abaixo, por favor...

    Uma lata tem volume de 1200 cm3 e massa de 130 g. Quantas gramas de balas de chumbo ela poderia carregar, sem que afundasse totalmente na água? A densidade do chumbo é 11.4 g/cm3

    ResponderExcluir
  70. Preciso de explicações para este exercicio tambem:

    As janelas de um prédio de escritórios têm dimensões de 4 m por 5 m. Em um dia tempestuoso, o ar passa pela janela do 530 andar, paralelo à janela, com uma velocidade de 30 m/s. Calcule a força resultante aplicada na janela. A densidade do ar é 1.23 kg/m3.

    ResponderExcluir
  71. p/ Roberto

    A condição limite ocorre quando o peso for igual ao empuxo máximo. Perceba que quanto mais balas de chumbo forem colocadas no interior da lata, a lata afunda mais um pouquinho. Ao afundar um pouco mais o empuxo sobre a lata aumenta já que o volume submerso aumenta. Mas este processo tem um limite que ocorre quando todo o volume da lata fica submerso. Este é o ponto de empuxo máximo. Se outra bala for adicionada à lata o peso vai superar o empuxo e a lata vai afundar.

    Condição limite: P = Emáx
    (Mlata + Mchumbo).g = págua.g.Vtotal
    (130 + Mchumbo) = 1.1200
    Mchumbo = 1070g

    Mais do que isso a lata afunda

    ResponderExcluir
  72. mto obrigado Leonardo!

    preciosa sua explicação!

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  73. Preciso de uma explicação para este exercício:

    As janelas de um prédio de escritórios têm dimensões de 4 m por 5 m. Em um dia tempestuoso, o ar passa pela janela do 53 andar, paralelo à janela, com uma velocidade de 30 m/s. Calcule a força resultante aplicada na janela. A densidade do ar é 1.23 kg/m3.

    ResponderExcluir
  74. Pode me ajudar nessa questão?
    a velocidade escalar média de um móvel até a metade de seu percurso é 90 km/h e na outra metade restante é 60 km/h. determine a velocidade escalar média no percurso total.

    ResponderExcluir
  75. Vamos chamar a distância total de x. Teremos 2 MRU em cada metade do percurso:

    Parte 1:
    DeltaS1 = V1.t1
    x/2 = 90.t1
    t1 = x/180

    Parte 2:
    DeltaS2 = V2.t2
    x/2 = 60.t2
    t2 = x/120

    Percurso total:
    DeltaS = V.t
    t = t1 + t2
    x = V.(x/180 + x/120)
    x = V.(300.x/(180.120))
    V = 120.180/300 = 72 km/h

    ResponderExcluir
  76. ao passar pelo marco km 200 de uma rodovia um motorista ver um anuncio com inscrição "ABASTECIMENTO E RESTAURANTE A 30 MINUTOS". considerando que esse posto de serviços se necontra junto ao marco km 245 dessa rodovia.pode-se concluir que o anuncio prever para os carros que trafegam nesse trecho uma velocidade media em km/h de:

    ResponderExcluir
  77. p/ Patricia

    Vm = DeltaS/DeltaT

    DeltaS = 245 - 240 = 45 km
    DeltaT = 30 min = 1/2 h

    Vm = 45/(1/2) = 90 km/h

    ResponderExcluir
  78. Dois automóveis partem ao mesmo tempo de um mesmo ponto e num mesmo
    sentido. A velocidade do primeiro automóvel é de 50 km/h e do segundo automóvel
    é de 40 km/h. Depois de meia hora, do mesmo ponto e no mesmo sentido parte um
    terceiro automóvel que alcança o primeiro 1,5 h mais tarde que o segundo. Achar a
    velocidade do terceiro automóvel.

    ResponderExcluir
  79. duas motos estão paradas numa estrada rectilinea a uma distância de 30m uma da outra. iniciam o movimento simultaneamente, a da frente com uma aceleração de 2m/s^-2 e a de trás com uma aceleração de 3m/^-2. calcular quanto tempo decorre até que a mota de trás altrapasse a da frente?

    ResponderExcluir
  80. p/ Ricardo

    Primeiro vamos achar a equação horária dos 3 carros:
    v1 = 50 km/h
    v2 = 40 km/h
    v3 = ?

    Como todos os carros partem do mesmo ponto da estrada o So será igual para todos e podemos convencionar esse So como zero.

    S = So + v.t

    então:
    S1 = 50.t
    S2 = 40.t
    S3 = v3.(t - 0,5)

    Observe que do jeito que escrevi as equações estamos trabalhando com o S em km e o t em h. Observe também que a equação 3 tem o tempo atrasado em meia hora, pois o carro 3 parte com meia hora de atraso. Repare que na equação 3 você substituir t por 0,5 vai dar S3 = 0. Então está correto, pois o carro 3 vai estar em S = 0 (que é o próprio So convencionado quando t = 0,5 h). Assim, podemos escrever:
    40.ta = v3.(ta - 0,5)
    50.tb = v3.(tb - 0,5)
    tb = ta + 1,5

    ta = tempo no qual os carros 2 e 3 se encontram
    tb = tempo no qual os carros 1 e 3 se encontram

    Repare que temos 3 incógnitas ta, tb e v3 e 3 equações. Portanto é possível de se resolver:

    50.(ta + 1,5) = v3.(ta + 1,5 - 0,5)

    50.ta + 75 = v3.(ta + 1)
    40.ta = v3.(ta - 0,5)
    v3 = 40.ta/(ta - 0,5) Substituindo na primeira

    50.ta + 75 = 40.ta.(ta + 1)/(ta - 0,5)
    50.ta^2 - 25.ta + 75.ta - 37,5 = 40.ta^2 + 40.ta
    10.ta^2 + 10.ta - 37,5 = 0
    ta^2 + ta - 3,75 = 0

    Delta = 1 - 4.1.(-3,75) = 16
    ta = (-1 +/- 4)/2
    ta = 1,5 h ou ta = -2,5 h
    obs: a raíz negativa deve ser desconsiderada. Não há tempo negativo.
    Voltamos agora na equação para descobrir v3

    40.ta = v3.(ta - 0,5)
    40.1,5 = v3.(1,5 - 0,5)
    60 = v3
    v3 = 60 km/h

    ResponderExcluir
  81. p/ joão fontes

    Temos que escrever as equações horárias das motos.
    Agora vamos usar a equação do MUV pois há aceleração:
    S = So + Vo.t + a.t^2/2

    Moto 1 (da frente)
    S1 = 30 + 0.t + 2.t^2/2
    S1 = 30 + t^2

    Moto 2 (de trás)
    S2 = 0 + 0.t + 3.t^2/2
    S2 = 1,5.t^2

    O encontro se dá quando S1 = S2

    30 + t^2 = 1,5.t^2
    0,5.t^2 = 30
    t^2 = 60
    t = raiz(60) = 7,75 s aproximadamente

    ResponderExcluir
  82. p/ joao fontes

    S = So + Vo.t + a.t^2/2

    Moto1 (da frente):
    S1 = 30 + 0.t + 2.t^2/2
    S1 = 30 + t^2

    Moto 2 (de tras):
    S2 = 0 + 0.t + 3.t^2/2
    S2 = 1,5.t^2

    O encontro ocorre quando S1 = S2

    1,5.t^2 = 30 + t^2
    0,5.t^2 = 30
    t^2 = 60
    t = 7,75 s

    ResponderExcluir
  83. um corpo de massa de 10kg em queda livre,passa por um determinado ponto a uma altura de 10m/s2.qual a sua energia cinetica ea sua enegia potencial.

    ResponderExcluir
  84. Um atirador aponta para um alvo e dispara um projétil. Este sai da arma com velocidade de 300 m/s. O impacto do projátil no alvo é ouvido pelo atirador 3,2 s após o disparo. Sendo de 340 m/s a velocidade de propagação do som no ar, calcule a distância do atirador ao alvo.

    ResponderExcluir
  85. 22. (Unesp 2006) Duas carretas, A e B, cada uma com 25 m de comprimento, transitam em uma rodovia, no mesmo sentido e com velocidades constantes. Estando a carreta A atrás de B, porém movendo-se com velocidade maior que a de B, A inicia uma ultrapassagem sobre B. O gráfico mostra o deslocamento de ambas as carretas em função do tempo.


    Considere que a ultrapassagem começa em t = 0, quando a frente da carreta A esteja alinhada com a traseira de B, e termina quando a traseira da carreta A esteja alinhada com a frente de B. O instante em que A completa a ultrapassagem sobre B é
    a) 2,0 s. b) 4,0 s. c) 6,0 s.
    d) 8,0 s. e) 10,0 s.
    me ajudem presciso deste exercicio resolvido urgente....

    ResponderExcluir
  86. Alguem pode me ajudar??Perg:Um carro pergorreu 20km com velocidade média de 60km/h e 60km a 90km/h.determine a velocidade escalar média do carro nos 80km percoridos.

    ResponderExcluir
  87. p/ rute

    Vm = DeltaS/DeltaT

    Portanto você precisa saber os valores de DeltaS e DeltaT para todo o percurso. O DeltaS total já sabemos e vale 80km. O DeltaT temos que calcular:
    60 = 20/DeltaT1
    DeltaT1 = 1/3h
    90 = 60/DeltaT2
    DeltaT2 = 2/3h

    DeltaT = 1/3 + 2/3 = 3/3 = 1h

    Vm = 80/1 = 80km/h

    ResponderExcluir
  88. Estou começando a estudar isso agora estou com uma certa dificuldade me ajude por favor.
    As cidades de Quito e Cingapura encontram-se próximas a linha do equador e em pontos diametralmente opostos no globo terrestre. Considerando o raio da terra igual a 6370 km pode-se afirmar que um avião saindo de Quito, voando em média 800 km/h, descontando as paradas de escala, chega a Cingapura em aproximadamente em:

    ResponderExcluir
  89. p/ joalysson

    A trajetória do avião será um semi-arco de circunferência de raio igual ao raio da Terra mais a altura de vôo. Comparado com o raio da Terra, a altura de vôo pode ser desconsiderada. Portanto, a distância voada será igual a "pi.R".

    v = s/t

    t = s/v = pi.6370/800 = 25,015 h

    O tempo de vôo é de aproximadamente 25 horas

    ResponderExcluir
  90. Vitor,

    Estou entando vestibular mais uma vez esse ano..
    moro em recife-PE qualquer duivdas podemos tirar juntos.

    ResponderExcluir
  91. Um carro percorreu um espaço de 81 km em cerca de 30 seg. Qual é a velocida média?

    Me ajudem.. Por favor

    ResponderExcluir
  92. Um carro com uma velocidade de 80km\h,passa pelo km 240 de uma rodovia as 7h 00min. a que horas este carro chegara á próxima cidade,sabendo-se que a mesma está situada no km 300 dessa rodovia??

    me ajudem por favoooor gente!

    ResponderExcluir
  93. Oi, meu nome é Adriana e estou com dúvida nesse exercício, alguem pode me ajudar??
    ex: um automóvel desloca-se com velocidade escalar média de 80km/h durante os primeiros 45min de uma viagem de uma hora e com velocidade escalar média de 60km/h durante o tempo restante. a velocidade escalar média do automóvel, nessa viagem, em km/h, foi igual a:

    ResponderExcluir
  94. oi meu nome e regis temnlho um problema de materia de ficica vc pode mia judar em temlho prova hoje anoite de fisica e de energia sinetica eu naõ emtendo fisica direito /o Exercicio-->> calcule a energia cinrticade um coro de 12kg com velosidadde 5km/h ?

    regislopescintra@hotmail.com

    ResponderExcluir
  95. meu nome e kim por favor me ajudedem nesse exercicio.
    um carro pasa a 25 m/s diante de uma escola.um carro da policia sa atras do infrator,acelerando a 5/ms.quando o carro da policia alcança a do infrator? qual a velocidade do carro da policia ao emperelhar com o do apressadinho?

    ResponderExcluir
  96. Bom dia,gostaria de ajuda neste exercício.

    Você anota alguns dados sobre o movimento de uma partícula.Ela parte do repouso com aceleração escalar constante e igual a 2 m/s² e ocupa,no momento da partida,a posição inicial dada pelo espaço igual a 5metros.Os dados permitem que você faça algumas previsões , já que seu movimento é uniformemente variado,pois a aceleração escalar é constante e igual a 2 m/s² . Pede-se:
    a)o espaço relativo à posição que a partícula ocupa 4 segundos após sua saíad;

    b)sua velocidade nesse instante

    ResponderExcluir
  97. oi sou novo nessa area e nao consigo resolver umas questao sera q poderia me ajudar.

    1 uma bicicleta movimenta-se sobre uma tragetoria retilinia segundo a funcao horaria S=10+2T(no SI).pode se
    a)sua posicao b) sua velocidade

    2)supondo que a bicicleta e o caminhao passaram juntos por um farol no instante T=0,determine a distancia que os separa depois de 10 segundos.a bicicleta e o caminhao possuem velocidade constante.
    bike---5m/s-----------caminhao-----12m/s


    obrigado

    ResponderExcluir
  98. estar errado pois não sera nenhuma das alternativas, pois a divisisão de 27,8/10 é conclusiva ao valor de 2,78m/s²

    ResponderExcluir
  99. Um barco tenta atravessar um rio navegando perpendicularmente em relação às suas margens
    na direção AB, saindo da posição A como mostra a figura. Como temos correnteza no rio, ele
    atinge a outra margem na posição C distante de A 50 metros, após navegar durante 25
    segundos. Sabe-se que a largura do rio é de 30 metros. Com base nos dados, responda:

    ResponderExcluir
  100. Um trem de 200 m de comprimento, com velocidade de 60km/h, gasta 36s para atravessar completamente uma ponte. A extensão da ponte é:
    a)200m
    b)400m
    c)500m
    d)600m
    e)800m

    ResponderExcluir
  101. olá sou Lia
    estou com dificuldade para resolver este problea poderiam me ajudar,
    Segue:
    Dois moveis 1 e 2 estão, respctivamente em movimento retilineo uniforme e retilineo uniforme variado e suas posições estão relacionadas com o instante de tempo por suas funções horarias:
    S1=500+30t e S2=t2(é t ao quadrado)
    Com os espaços medidos em metros e o tempo em segundos. Determine o instante em que o móvel 2 estrá a 100m atrás do movel 1.
    Qual a posição dos móveis nesse instante?

    ResponderExcluir
  102. Por Favor Alguel me ajude.....

    ResponderExcluir
  103. olá não estou conseguindo resolver, me ajuda ai!
    A Ferrari F430 Scuderia que chega agora ao Brasil, vem com 20 cavalos a mais de
    potência em relação ao modelo F430, graças a redução de sua massa para 1.250kg,
    cerca de 200kg a menos que o modelo antecessor. Com um motor v8 de 4,3 litros e
    potência de 510 cavalos, alcança uma velocidade final de 320km/h. É este propulsor
    que faz esta máquina arrancar de 0 a 100km/h em apenas 3,5s.
    Com base nos dados do texto anterior responda:
    Qual a distância percorrida pelo carro, a partir do repouso, para que este atinja a
    velocidade de 100km/h? (Para efeito de cálculo admita que 100km/h = 28m/s).

    ResponderExcluir
  104. olá não estou conseguindo resolver, me ajuda ai!
    A Ferrari F430 Scuderia que chega agora ao Brasil, vem com 20 cavalos a mais de
    potência em relação ao modelo F430, graças a redução de sua massa para 1.250kg,
    cerca de 200kg a menos que o modelo antecessor. Com um motor v8 de 4,3 litros e
    potência de 510 cavalos, alcança uma velocidade final de 320km/h. É este propulsor
    que faz esta máquina arrancar de 0 a 100km/h em apenas 3,5s.
    Com base nos dados do texto anterior responda:
    Qual a distância percorrida pelo carro, a partir do repouso, para que este atinja a
    velocidade de 100km/h? (Para efeito de cálculo admita que 100km/h = 28m/s).

    ResponderExcluir
  105. Um trem de 300 metros de comprimento atinge a entrada de uma ponte e 1 min 20 s depois a extremidade do seu último vagão abandona a ponte. Sendo a velocidade escalar média do trem igual a 15m/s, determine o comprimento da ponte.

    ResponderExcluir
  106. um automovil faz uma viagem de 240km metade do percurso e feito com velocidade media de 60km/h e a outra metade com velocidade media do 40km/h

    ResponderExcluir
  107. Meu é Valeria e estou com uma duvida me responda por favor.sabendo que a aceleração media de um avião é de 130km por h elevADO A 2E QUE SUA VELOCIDADE VARIA DE 350KM POR HORA para 680por hora calcule o tempo gasto nessa aceleração media

    ResponderExcluir
  108. saber o por que se usa 3;6 para transformar de km/h e m/s

    ResponderExcluir
  109. saber o por que se usa 3;6 para transformar de km/h e m/s

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.