Como funciona um Dínamo?

O dínamo é constituído por um imã fixo em um eixo móvel, ao redor deste eixo existe uma bobina (fio condutor enrolado, constituindo um conjunto de espiras). Não existe contato físico entre o imã e a bobina. No caso do dínamo de bicicleta, o movimento de rotação da roda, ou da correia, é transferido para o eixo do dínamo.


É um gerador de eletricidade, um aparelho que transforma Energia Mecânica em Energia Elétrica.


Hans Orsted observou que a agulha de uma bússola oscilava quando aproximada de um fio condutor percorrido por corrente elétrica. Michel Faraday se interessou pelo fenômeno e após alguns experimentos, observou que quando um imã se move próximo de um circuito elétrico, a corrente elétrica do circuito é alterada. Este fenômeno, chamado de indução magnética é explicado pela Lei de Lenz, que estabelece: o sentido da corrente induzida é oposto da variação do campo magnético que a gera.



Logo, sabemos hoje que a variação de campo magnético gera corrente elétrica. No dínamo o imã gira com a bobina ao seu redor. Este movimento gera a variação do campo magnético do imã, surgindo então, uma corrente elétrica no conjunto de espiras da bobina. Esta corrente elétrica é utilizada para acender o farol do bicicleta, ou qualquer led que seja instalado no circuito.


Este mecanismo funciona de acordo com o princípio de conservação de energia, ou seja, parte da energia utilizada para girar a roda da bicicleta é transformada em energia elétrica através da indução magnética.


Encontrei dois vídeos interessantes sobre o assunto:








Veja outras aplicações do dínamo de bicicleta no CienTecno.com.


Se você gostou do blog curta nossa página no Facebook ou receba as atualizações por e-mail.
21 comentários:
  1. Que tal um post sobre Nicola Tesla? E seu invento (recusado) para gerar energia limpa e gratuita?

    ResponderExcluir
  2. Olá Johnny,

    Ótima sugestão, assim que possível escreverei sobre as contribuições de Tesla (assunto polemico esse sobre energia limpa, muito bom!) e mais sobre as teorias do eletromagnetismo, muito comentado ultimamente, já que vários países estão trabalhando em projetos de armas que utilizam estas teorias (as chamadas E-bombs).

    Valeu pela visita e volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Estou tentando contribuir com uma idéia de redução de energia no meu local de trabalho e imaginei: Temos vários motores elétricos operando em tempo integral por aqui, é possível acoplar um dínamo à eles e apropveitar a energia gerada para garantir a iluminação do local por exemplo?

    ResponderExcluir
  4. de quanto que é esse dinamo?

    ResponderExcluir
  5. com esse dinamo, qual seria a potência gerada pedalando uma bicicleta, irei fazer uma cicloviagem no final do ano e estou pesquisando se seria possivel gerar energia para alimentar um mp3 player acomplado a pequenas caixas de som.

    ResponderExcluir
  6. V.Estevão, eu gostaria muito q vc publicasse uma matéria sobre motores de carro movidos a eletricidade. Seria de grande valia p mim e propício p o momento q vivemos.
    Parabens p s trabalho.
    Wagner, Serra - ES

    ResponderExcluir
  7. Parabens é tão bom que recomendo para trabalhos de aulas parabéns

    ResponderExcluir
  8. {Parabens é tão bom que recomendo para trabalhos de aulas parabéns}

    Realmente, é pra isso que estou usando, não pra trabalho escrito, mas sim pra explicar, um bom exemplo disso é um motor de driver de CD-ROM, é com um desses que eu to usando, porém só ascende lâmpadas de até uns 2 ou 2,5 né

    falow e valew, tah ajudando muito isso

    ResponderExcluir
  9. o dinamo, sem comutador, gera corrente alternada, e com comutador gera corrente continua.
    dá pra perceber no video que a lampada está pulsando, porque quando o campo magnetico do dinamo está em paralelo com o da bobina que a bicicleta roda a corrente está em zero, e quando fica em perpendicular está no maximo.

    Vejam uma animação das linhas de força no URl que segue
    http://www.fisica.net/simulacoes/java/walter/ph11br/generator_br.php

    ResponderExcluir
  10. marcelo araujo - fastfix@uol.com.br13 de maio de 2010 18:29

    tendo como obter um movimento continuo qual o dinamo que poderia suprir as nessecidades de uma residencia tipica e este dinamo poderia ser ligado a uma bateria para acumular a eletricidade nos momentos em que nao ha consumo?????

    ass Marcelo Araujo

    ResponderExcluir
  11. olá, estou estudando há algum tempo em como reaproveitar a energia dos motores e transformalas em energia eletrica, para no minimo manter a iluminação do setor, gostaria de receber idéias e passar minhas ideias para desnvolver esse trabalho meu email é fernando1983@bol.com.br quem se interessar pelo assunto entre em contato comigo meu nome é Luiz Fernando ficarei muito grato com quem se interessar pelo assunto, com certeza vamos trocar experiencia e chegar em uma solução para o desenvolvimento de todos muito obrigado pela ateñção.

    ResponderExcluir
  12. gostei do blog, acho que seria interressante colocar algumas experiências praticas sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  13. Olá, entrei no seu blog pela 1° vez, e fiquei impressionado, adoro física, e pretendo continuar visitando-o. Vim aqui para entender melhor o funcionamento do dínamo, pois estudo no IFRN ( falecido cefet-rn )e a EXPOTEC está se aproximando, é uma feira de ciências, mas os alunos participam com seus projetos por opção. Faço Mecânica, e junto com um amigo de Eletrotécnica, queremos ver quantas lâmpadas os alunos conseguem acender em uma bicicleta conectada à um dínamo, pois acho que isso pode ser feito em um carro, usando sua energia mecânica para gerar energia elétrica. Quem estiver interessado em ajudar, conversar, ou trocar experiências, segue meu e-mail , podem adicionar ou apenas mandar e-mails.
    Muito obrigado
    E parabéns pelo trabalho, fiquei impressionado com o seu blog.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Caro Vanks Estevão, estou utilizando essa postagem em um texto para montar uma oficina, contudo não encontrei o autor dessa postagem. Se poder me enviar o nome do autor ficaria muito grato dada a urgência a submissão da minha oficina

    ResponderExcluir
  15. Olá Titão,

    Os textos deste blog que não estão assinados por outros professores são todos de minha autoria.

    até mais!

    ResponderExcluir
  16. Olá, eu adorei essa postagem. Eu quero fazer esse experimento em sala de aula, e então gostaria de saber os materiais necessários (além do dínamo e da bike, é claro)e entender como a bike fica suspensa... ^^

    Obrigadaa!

    ResponderExcluir
  17. Bicicleta alemã Starke vem com carregador USB
    http://www.pedal.com.br/nasce-a-bicicleta-com-usb_texto5435.html
    Quem é doido por eletrônicos tem uma bicicleta alemã starke que vem equipada com porta USB que fica localizada bem na mesa do centro do guidão, que é alimentada por dínamo nos cubos. Destacando que a luz do farol também é alimentada pelo giro dos pedais. A velocidade das pedaladas pode carregar a bateria de celulares, câmeras, fotográficas e aparelhos GPS, entre outros.

    ResponderExcluir
  18. Vanks Estevão, eu gostaria de saber se e possível transferir a energia gerada pelo dínamo para uma bateria tipo de moto ou carro ?

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.