Corrente elétrica

Corrente elétrica, entender este conceito facilita o entendimento de muitos fenômenos da natureza. A corrente elétrica, e a eletricidade propriamente dita, estão presentes a todo tempo ao nosso redor e até em nós mesmos.

Exemplos de corrente elétrica


Na natureza: o relâmpago, uma grande descarga elétrica produzida quando se forma uma enorme tensão entre duas regiões da atmosfera.

No corpo humano: impulsos elétricos do olho para o cérebro. Nas células da retina existem substâncias químicas que são sensíveis à luz, quando uma imagem se forma na retina estas substâncias produzem impulsos elétricos que são transmitidos ao cérebro.

Além destes exemplos, podemos identificar vários aparelhos e utensílios em nossa casa que foram construídos a partir do domínio da eletricidade: o ferro de passar roupas, o chuveiro, a lâmpada e muitos outros.

Definição de corrente elétrica

Para entendermos o funcionamento destes aparelhos vamos definir o conceito de corrente elétrica.

Se um condutor é ligado aos pólos do gerador os elétrons do pólo negativo se movimentam ordenadamente para o pólo positivo, esse movimento ordenado dos elétrons é denominado corrente elétrica.

Por convenção, o sentido da corrente elétrica é contrário ao do movimento dos elétrons no condutor.
Corrente elétrica

A quantidade de carga elétrica ∆Q que atravessa uma seção transversal do condutor por um determinado intervalo de tempo ∆t determina a intensidade de corrente elétrica.

i = ∆Q / ∆t

Onde:

i = intensidade da corrente elétrica
∆Q = quantidade de carga elétrica
∆t = intervalo de tempo

A unidade de medida utilizada para corrente elétrica é o Coulomb/segundo (C/s), esta unidade recebe o nome de ampère (A).

Exercício utilizando o conceito de corrente elétrica

Na seção transversal de um condutor passa uma quantidade de carga elétrica ∆Q = 8 . 10-4 C no intervalo de tempo ∆t = 2 . 10-2 s. Determine a intensidade da corrente elétrica que atravessa o condutor.

Resolução:


A intensidade da corrente elétrica é dada por:

i = ∆Q / ∆t
i = 8.10-4/2.10-2
i = 4.10-2A

Veja mais um exercício resolvido sobre corrente elétrica.
18 comentários:
  1. A corrente elétrica é um perigo para a vida humana, acima de quantos ampéres afeta o coração humano causando a morte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em questão de mili-Ampères já é bastante nocivo ao nosso corpo

      Excluir
  2. Muito simples voce podeia ter falado dos efeitos, dos instrumentos de mediçao, corrente alternada, continua e retificada... mas pra quem ta com pressa é mto util

    abraços

    ResponderExcluir
  3. meu nome é saulo e tenho 15 anos adorei o site , e quero sim entrar mais vezes

    ResponderExcluir
  4. oiiii!!! adorei pois me intruio muito bem no meu trabalho.bjsss~~

    ResponderExcluir
  5. Muito bom!Me ajudou bastante!

    ResponderExcluir
  6. Edgard Júnior Ferreira29 de setembro de 2010 09:16

    muito bom esse site, eu tiro minhas dúvidas todas aqui, e fica bem fácil na hora da prova'!

    ResponderExcluir
  7. Legal. Gostei bastante do site, é a primeira vez por aqui. Mas já prometo ser assíduo. Parabéns e obrigado pela ajuda.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, clareou minhas idéias....ótimo..

    ResponderExcluir
  9. muito bomm!! ajudou legal parabens!!!

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber porque a corrente elétrica tem variações.
    É meio urgente, se puderem ajudar, agradeço.

    ResponderExcluir
  11. Pelas duvidas acima, o maximo que o coração humano aguenta é 3 amperes, sendo que na tomada corre apenas mili-amperes, mil vezes menor

    vlw

    ResponderExcluir
  12. me ajudou uito mito bom!

    ResponderExcluir
  13. Valeu aí!!
    Vai me ajudar no vestibulinho! xD

    ResponderExcluir
  14. ateh ki enfim aprendi alguma coisa em Física, vlw mesmo.

    ResponderExcluir
  15. muito pratico e rapido estou est. eletromecanica e´´e de grande valia

    ResponderExcluir

Leia antes de comentar:

1 - Comentários ofensivos, escritos em CAIXA-ALTA, spam e similares serão deletados.
2 - O autor deste blog não se responsabiliza por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as do autor do blog.